.
Want Wikipedia to look like this?   
Click here to upgrade your Wikipedia experience
Rio Danúbio | QuickiWiki

Rio Danúbio

  PO

Overview

Danúbio
Curso do Danúbio
Comprimento 2 845 a 2 888 km
Nascente Floresta Negra (Alemanha)
Caudal médio 6700 m³/s
Foz Mar Negro
Área da bacia 795 686 km²
Afluentes
principais
Iller, Lech, Inn, Drava, Sava, Morava, Tisza, Prut, Timok
País(es) da
bacia hidrográfica
 Alemanha,  Áustria,
 Eslováquia,  Hungria,
 Croácia,  Sérvia,
 Bulgária,  Roménia,
 Moldávia,  Ucrânia


Rio Danúbio - Rio Danúbio
Rio Danúbio

O Danúbio (em grego antigo, Ister) é o segundo rio mais longo da Europa (depois do Volga), e tem entre 2 845 e 2 888 quilômetros de extensão, atravessando o continente de oeste a leste, desde sua nascente na Floresta Negra (Alemanha) até desaguar no mar Negro, no delta do Danúbio (Romênia).

O rio passa por diversas capitais da Europa e constitui a fronteira natural de dez nações. As mais importantes cidades nas suas margens são Ulm, Ingolstadt, Ratisbona, Linz, Viena, Bratislava, Budapeste, Vukovar, Novi Sad, Belgrado, Ruse, Brăila e Galaţi.[1]

Nome

O Danúbio recebe diferentes nomes ao longo dos países que percorre:

Todas as formas derivam do termo proto-indo-europeu dānu, que significa "rio" ou "corrente".[2]

Geografia

&quotNascente do Danúbio", Donaueschingen. - Rio Danúbio
"Nascente do Danúbio", Donaueschingen.
O Danúbio, em Budapeste. - Rio Danúbio
O Danúbio, em Budapeste.

O Danúbio é uma importante via comercial. Sua bacia hidrográfica se estende por 796 000 km². Seu fluxo médio é de 6 700 m³/s.

O rio tem sua fonte na Floresta Negra, a 60 km a noroeste do lago Constança (alemão Bodensee), na Alemanha, a partir de dois pequenos ribeirões chamados Brigach e Breg, que se juntam em Donaueschingen (Alemanha) e são chamados Danúbio dali em diante. Atravessa em seguida o norte de Áustria (passando por Viena), o sul da Eslováquia, passando por Bratislava, atravessa a Hungria do norte ao sul passando por Budapeste, a Croácia a leste, o norte da Sérvia e Montenegro, passando por Belgrado, marca a fronteira entre a Sérvia e a Romênia, e também entra a Romênia e a Bulgária, antes de desaguar no mar Negro na Romênia, formando um grande delta que chega à fronteira da Ucrânia.

O delta do Danúbio é uma região natural protegida na Romênia, principalmente na floresta Letea, de aspecto tropical. Está classificado como Patrimônio Mundial pela Unesco desde 1991. A Romênia se inquieta pelas repercussões no meio ambiente da construção do canal de Bystroe pela Ucrânia

Visão geral

O Danúbio é formado por dois córregos que descem da Floresta Negra, o Breg e o Brigach. O Breg sobe perto de Furtwangen, com 1.078 metros de altitude. Tendo uma rota mais longa, a sua fonte, está localizado a apenas cem metros da linha da bacia hidrográfica do rio Reno, é considerada a origem geográfica do Danúbio.[3] As duas correntes se encontram em Donaueschingen, onde formam um chafariz monumental chamado de "Donauquelle", simbolizando a fonte oficial do rio.[4] O Danúbio atravessa, em seguida, a Baviera, as cidades de Sigmaringen, Ulm, Ratisbona e Passau, e do norte da Áustria (via Linz e Viena), ao longo do sul da Eslováquia através de Bratislava, em toda a Hungria de norte ao sul através de Budapeste, ao longo da Croácia para o leste, através do norte da Sérvia por Belgrado, marca a fronteira entre a Sérvia e a Roménia e entre a Roménia e a Bulgária, antes desaguar no mar Negro na Romênia, formando um grande delta que faz fronteira com a Ucrânia. A Moldávia tem acesso a cerca de 300 metros para a margem esquerda do rio.

O delta do Danúbio é uma área natural protegida na Romênia. É classificado como Patrimônio Mundial pela Unesco desde 1991. A Romênia inaugurou em 1984 um canal de 64 km de Cernavodă diretamente para o mar Negro como um atalho para 400 km.[5]

A contribuição de diferentes países ao longo do fluxo do Danúbio é a seguinte: Áustria (22,1%), Roménia (17,6%), Alemanha (14,5%), Sérvia (11,3%), Bósnia (8 , 8%), Croácia (6,4%), Hungria (4,3%), Ucrânia (4,3%), Bulgária (3,7%), Eslovénia (3,1%), Eslováquia (1,9 %), República Checa (1,2%), Moldávia (0,7%).[6]

A população localizado na bacia do Danúbio foi estimada em 81 milhões em 2005. Dez países estão localizados ao longo do Danúbio.

Rota detalhada da Floresta Negra ao mar Negro

Mapa político da bacia do rio Danúbio. - Rio Danúbio
Mapa político da bacia do rio Danúbio.

Alemanha

A &quotfonte" do Danúbio em Donaueschingen. - Rio Danúbio
A "fonte" do Danúbio em Donaueschingen.
O Danúbio em Ulm (visto a partir da Catedral de Ulm). - Rio Danúbio
O Danúbio em Ulm (visto a partir da Catedral de Ulm).
O Danúbio passando sob a &quotponte de pedra", em Ratisbona, Alemanha. - Rio Danúbio
O Danúbio passando sob a "ponte de pedra", em Ratisbona, Alemanha.

O Danúbio passa a 1,4 quilômetros a leste de Donaueschingen na Alemanha , na confluência de dois córregos do Brigach e Breg. O refrão da "Breg Brigach und Weg zu bringen die Donau" (O Brigach Breg coloca o Danúbio em seu caminho), é equivalente ao provérbio francês "pequenos riachos fazem os grandes rios."

O Danúbio corre por cerca de 687 km na Alemanha,[7] a partir de sua nascente até à fronteira entre a Alemanha e a Áustria, e é assim o terceiro maior rio do país. As maiores cidades ao longo do rio são Tuttlingen, Sigmaringen, Ulm, Neu-Ulm, Ingolstadt, Ratisbona, Straubing e Passau.

Seus afluentes localizados à direita são o Iller, o Lech e o Isar seus afluentes à esquerda são Wörnitz, o Altmühl, o Naab e o Regen. Outros rios menores são afluentes do Danúbio, tais como o Riss, o Rot, o Lauter Gross, o Blau, o Gunz, o Brenz, o Mindel, o Zusam, o Schmutter, o Paar, o Erlau e o Ranna.

Em Passau, Ilz flui à esquerda para o Danúbio e é logo após paro o Inn à direita.[3] A água do Inn, que vem dos Alpes é verde, a água do Danúbio é azul e as águas do Ilz, que vem de uma área pantanosa, é preta.[8]

Os edifícios notáveis ​​ao longo do Danúbio na Alemanha são o Beuron Abbey, o castelo do príncipe Hohenzollern-Sigmaringen, a catedral gótica de Ulm a mais alta torre do mundo (161,6 metros), o Abbey Weltenbourg, a ponte de pedra e a Catedral de Ratisbona em Ratisbona.

Áustria

Abadia de Melk no Danúbio. - Rio Danúbio
Abadia de Melk no Danúbio.
Uma balsa no Danúbio em Linz (Alta Áustria). - Rio Danúbio
Uma balsa no Danúbio em Linz (Alta Áustria).

A Áustria tem 350 quilômetros do rio em seu território,[9] colocando o país em sexto lugar entre os países ribeirinhos. Somente Vorarlberg faz parte da bacia do Reno (mar do Norte) e uma pequena parte do noroeste da Baixa Áustria. Poucos quilômetros após a cidade alemã de Passau é a fronteira entre a Alemanha e a Áustria, seguido pelo "loop Schlögen" onde o Danúbio faz um giro de 180°. Pouco mais de 70 quilômetros após a fronteira, o Danúbio atravessa Linz, a terceira maior cidade da Áustria. O rio passa por Mauthausen e Enns, onde fica o ponto mais profundo do Danúbio, na Áustria, em seguida, chega a 90 km de Melk.

Após isso, o rio passa por cima de quase 36 km no meio de um vale mais do Danúbio, o Wachau (listado como Património Mundial pela UNESCO), que se estende desde Durnstein para Krems.[10] Já perto da fronteira com a Eslováquia, o Danúbio atravessa ainda a capital austríaca, Viena. A cidade tem o título de "cidade rio Danúbio", que divide esse estatuto com Belgrado e Budapeste. Para reduzir os efeitos negativos das inundações, o rio foi artificialmente regulado.[10]

Os afluentes principais são os austríacos Inn (margem direita da fronteira alemã), o Aist (margem esquerda), o Traun (margem direita), o Enns (margem direita), o Ybbs (margem direita), o Traisen (margem direita), o Kamp (margem esquerda), a Viena (margem direita), o Schwechat (margem direita) e Leitha (margem direita), que historicamente foi importante porque serviu de fronteira com a Hungria até 1921.

Na Áustria, são onze usinas hidrelétricas .

Viena é também a sede da Comissão Internacional para a Protecção do Danúbio (Kommission Internacional zum Schutz der Donau, IKSD), fundada em 1998.[11]

Eslováquia

Quando entra na Eslováquia, o Danúbio marca a primeira fronteira austríaca a apenas 45 km de Viena, cruzando a Bratislava, capital eslovaca. Por fim, ele ainda passa entre a fronteira da Eslováquia com Hungria.[12]

As cidades ao longo do rio, na Eslováquia, são habitadas pela minoria húngara na Eslováquia, onde Váh faz confluência com o Danúbio.[12]

Ucrânia

Após a fronteira com a Moldávia, na margem esquerda do rio Danúbio se forma a fronteira entre a Roménia e a Ucrânia.[13] O Danúbio, em seguida, divide-se em três partes: ulina e Sfântu-Gheorghe, e Romênia flui mais ao norte.

Localidades importantes atravessadas pelo Danúbio

História

Pix.gif Budapeste, com as margens do Danúbio, o bairro do Castelo de Buda e a Avenida Andrássy *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Parliament Budapest Hungary.jpg
Rio Danúbio em Budapeste, de onde pode-se ver o parlamento húngaro
País  Hungria
Tipo Cultural
Critérios ii, iv
Referência 400
Região** Europa e América do Norte
Coordenadas 47° 28′ N 19° 04′ E
Histórico de inscrição
Inscrição 1987  (11ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.
** Região, segundo a classificação pela UNESCO.

A bacia do Danúbio é uma vasta região, cujo povoamento se iniciou em tempos muito remotos.

A sua grande importância estratégica se deve a que, ao formar a maior parte da Europa Central, sempre serviu de rota natural entre a Europa do Norte, a Europa de Leste, a Europa Ocidental e a Europa Mediterrânica ou do sul. Mas, pelo mesmo facto de estar no centro, a bacia do Danúbio tornou-se uma terra de invasões, de coexistência (nem sempre pacífica) de numerosos grupos humanos cultural e etnicamente distintos, de sobreposição ou justaposição de sistemas políticos diferentes, e do desenvolvimento de diversos modos de vida.

Embora o Danúbio servisse de limite natural para definir o território do Império Romano durante a Antiguidade, não pôde evitar a interpenetração de grupos distintos de ambos os lados do rio: latinos de origem romana a norte, romenos e eslavos a sul (jugoslavos significa eslavos do sul nas línguas eslavas).[14]

Patrimônio Mundial da UNESCO

Em 1987, o rio Danúbio foi incluído como Patrimônio Mundial da UNESCO sob o título de "Budapeste, com as margens do Danúbio, o bairro do Castelo de Buda e a avenida Andrássy". Esta inclusão se deve à quantidade de monumentos romanos da região e a importância da arquitetura local. [15]

Referências

  1. Countries of the Danube River Basin International Commission for the protection of the Danube River. Página visitada em 2010-11-13.
  2. Julius Pokorny (1959): dā- "fluid, to flow", dānu- f. "river"; Mallory, J.P. and D.Q. Adams. The Encyclopedia of Indo-European Culture. London: Fitzroy and Dearborn, 1997: 486.
  3. a b (em inglês) Entrée « Danube » de l'Encyclopædia Britannica, p.1. Consulté le 14 juin 2008.
  4. Article de Paul Morand sur le Danube, dans Au fil des fleuves, Éditions du Reader's Digest, 1972, p. 47.
  5. (em inglês) Entrée « Danube » de l'Encyclopædia Britannica, p.3. Consulté le 14 juin 2008.
  6. (em inglês) Internationale Komission zum Schutz der Donau : Facts and Figures about the Danube River Basin Lire en ligne. Consulté le 14 juin 2008.
  7. (em inglês) Statistiques sur le Danube en Allemagne sur danube-river.org. Consulté le 14 juin 2008.
  8. Article de Paul Morand, op. cit., p.51.
  9. (em inglês) Statistiques sur le Danube en Autriche sur danube-river.org. Consulté le 14 juin 2008.
  10. a b (em alemão) Geographische Beschreibung der Donau und ihres Einzugsgebietes - Landschaften, Naturräume, Größe des Einzugsgebietes, Zuflüsse, Länge, Hydrologie, université de Kassel, p. 5-7.
  11. (em inglês) Présentation de l’IKSD sur icpdr.org. Consulté le 14 juin 2008.
  12. a b (em alemão) Geographische Beschreibung der Donau und ihres Einzugsgebietes, p. 3.
  13. (em inglês) Statistiques sur le Danube en Ukraine sur danube-river.org. Consulté le 14 juin 2008.
  14. Rio Danúbio
  15. UNESCO. Página visitada em 01/07/2012.
This page is based on data from Wikipedia (read/edit), Freebase, Amazon and YouTube under respective licenses.
Text is released under the Creative Commons Attribution-ShareAlike License.