.
.
.
.
Want Wikipedia to look like this?   
Click here to upgrade your Wikipedia experience
Estádio Joaquim Américo Guimarães | QuickiWiki

Estádio Joaquim Américo Guimarães

  PO

Overview

Arena da Baixada
Estádio Joaquim Américo Guimarães

Arena da Baixada para a Copa
Nomes
Nome Estádio Joaquim Américo Guimarães
Apelido Arena da Baixada - Caldeirão do Diabo
Características
Local Curitiba-PR, Brasil
Gramado Bermuda Tifway 419[1] (105 x 68 m)
Capacidade 28.413[2]
Construção
Data 1914
Custo US$30.000.000(Primeira Fase) R$326.700.000 (Reforma para Copa do Mundo 2014)[3]
Inauguração
Data 6 de setembro de 1914
20 de junho de 1999
Partida inaugural Internacional-PR 1 x 7 Flamengo-RJ (1914)
Atlético Paranaense 2x1 Cerro Porteño (1999)
Primeiro gol Arnaldo (Flamengo) (1914)
Lucas (Atlético Paranaese) (1999)
Último Jogo
Recordes
Público recorde 31 mil torcedores[4]
Data recorde 16 de dezembro de 2001
Partida com mais público Atlético Paranaense 4x2 São Caetano
Outras informações
Remodelado 1993 a 1994
Dezembro de 1997 a Junho de 1999
Fechado 1985, após a final do Paranaense.
Demolido Final de 1996
Proprietário Clube Atlético Paranaense
Administrador Clube Atlético Paranaense
Mandante Internacional (Até 1924)
Atlético (A partir de 1924)


Arena da Baixada para a Copa - Estádio Joaquim Américo Guimarães
Arena da Baixada para a Copa

O Estádio Joaquim Américo Guimarães é o estádio do Clube Atlético Paranaense (CAP), localizado em Curitiba, capital do estado do Paraná, Brasil. Conhecido como Arena da Baixada, o espaço foi o primeiro palco do futebol brasileiro a adotar o naming rights com o título de Kyocera Arena entre 2005 e 1° de abril de 2008 e com a escolha de Curitiba para ser uma das sedes da Copa do Mundo de 2014, a Arena, em 2012 e 2013 será reformada, com a ampliação de capacidade, de modo que possa atender todos os padrões exigidos pela FIFA passando a ter mais de 42.000 lugares.[5]

Estádio

O estádio mais moderno do sul do país, ostentou a partir de sua reinauguração o título de mais moderno de toda a américa latina. Este título perdurou até o ano de 2007 quando o estádio Engenhão foi inaugurado. Atualmente o estádio mais moderno da america latina é o Estádio Cidade de La Plata localizado a 60 km de Buenos Aires[6] .

Localizado no bairro do Água Verde, tem como forte diferencial sua localização, próximo ao centro da capital paranaense. A história do estádio do Atlético, começou muito antes, no início do século XX. Em 1914, Joaquim Américo Guimarães, então presidente do Internacional (clube originaria o Clube Atlético Paranaense), comandou a construção do estádio Baixada da Água Verde. O Atlético surgiu dez anos depois, herdou o patrimônio e batizou o estádio com nome do principal responsável por seu surgimento.

O antigo estádio, preterido pelo CAP de 1987 e 1993, quando usou o Estádio do Pinheirão, sofreu sua última reforma em 1994, sendo feitas novas arquibancadas e de área de cadeiras sociais, as quais foram demolidas junto com o restante três anos depois, em 1997.

Estádio já existia antes mesmo da criação do Clube Atlético Paranaense - Estádio Joaquim Américo Guimarães
Estádio já existia antes mesmo da criação do Clube Atlético Paranaense

A construção da primeira fase da nova Arena durou um ano, seis meses e 20 dias. O canteiro de obra foi lançado em 1° de dezembro de 1997 e em 20 de junho de 1999 foi entregue. [7] . O custo da construção foi de cerca de US$ 30 milhões.

Dentro da nova e da antiga Arena da Baixada, o Atlético conquistou seus 22 Campeonatos Paranaenses, 1º Campeonato Brasileiro (2001), Seletiva da Libertadores (1999), 1 Campeonato Brasileiro da Segunda Divisão (1995), chegando ainda ao Vice-Campeonato Brasileiro de 2004 e ao Vice-Campeonato da Libertadores da América em 2005.

Conclusão do Estádio

Vista aérea das obras em outubro de 2012. - Estádio Joaquim Américo Guimarães
Vista aérea das obras em outubro de 2012.

O Atlético chegou a divulgar o Projeto de Expansão do Arena, visando a Copa de 2014. Além da conclusão do setor de arquibancadas paralelo ao gramado, estava prevista a remodelação da cobertura do estádio, melhoramentos quanto aos acessos e ao estacionamento. O projeto previa que a capacidade da Arena da Baixada passasse dos atuais 28.273 torcedores para 43.981.

Primeira Etapa – Setor Brasílio Itiberê

O Estádio Joaquim Américo Guimarães em sua nova fase ou a nova arena da baixada, inaugurada em 24 de junho de 1999 com o jogo Atlético Paranaense 2x1 Cerro Porteño (com o primeiro gol desta nova fase do atacante Lucas[8] ), tenta manter o projeto de ampliação e reestruturação para tentar receber os jogos da Copa do Mundo de 2014.

O estádio, quando reconstruído em 1999, não pôde obedecer o projeto original por completo, pois o espaço destinado a reta localizada no lado da Rua Brasílio Itiberê estava ocupado por uma escola. Após anos de uma disputa judicial e depois de aguardar a transferência da escola para um novo endereço, o clube pode dar sequência na finalização do projeto, agora com novas linhas e arquitetura para obedecer as solicitações recomendadas pela FIFA e assim poder receber jogos de uma copa do mundo.

No domingo, 24 de junho de 2009, data de aniversário de 50 anos do primeira partida de um time paranaense em uma competição nacional (Hercílio Luz 1 x 2 Atlético Parananaense)[9] marcou também a conclusão da primeira fase deste projeto ao entregar, ao seu torcedor, as cadeiras do "setor" Brasílio Itiberê.

Em estruturas pré-moldadas de concreto e assentos personalizados a obra finalizou o primeiro anel do estádio, podendo, agora, o clube contar com o apoio de novos 4.700 torcedores. A capacidade atual do estádio, após a conclusão deste setor passou para 28.273 lugares[10] .

A inauguração deste setor foi no jogo entre o furacão e o tricolor paulista, o São Paulo Futebol Clube, no campeonato brasileiro de 2009 com o resultado de 1x0 para o time da casa.[11]

Reta Brasílio Itiberê no jogo Atlético x São Paulo – Brasileirão 2009 - Estádio Joaquim Américo Guimarães
Reta Brasílio Itiberê no jogo Atlético x São Paulo – Brasileirão 2009
Jogo disputado na Arena da Baixada em 2008 - Estádio Joaquim Américo Guimarães
Jogo disputado na Arena da Baixada em 2008

Kyocera

Em Março de 2005, o CAP anunciou a venda dos direitos de nome da Arena para a empresa japonesa Kyocera Mita America por três anos, renováveis por mais dois, resultando no novo nome de Kyocera Arena. Os asiáticos também passaram a ser patrocinadores da camisa do time. A venda do nome do estádio, comum na América do Norte e Europa, foi pioneiro e até hoje único no Brasil. O acordo foi desfeito a partir de 1 de Abril de 2008 por decisão do Atlético para tentar buscar outros parceiros mais lucrativos, devido à expectativa existente na época, do estádio abrigar jogos da Copa do Mundo de 2014.[12]

Jogos na Copa do Mundo FIFA 2014

Referências

This page is based on data from Wikipedia (read/edit), Freebase, Amazon and YouTube under respective licenses.
Text is released under the Creative Commons Attribution-ShareAlike License.